O Trio Júlio é formado pelos irmãos Magno Júlio (percussão) e os gêmeos: Marlon Júlio (violão 7 cordas) e Maycon Júlio (bandolim). Natural de Cordeiro interior do Rio de Janeiro começaram cedo na música e logo ganharam destaque.

Em 1997 os gêmeos com 8 e o Magno com 10 anos de idade, iniciaram seus estudos musicais na Sociedade Musical Fraternidade Cordeirense, banda centenária da cidade de Cordeiro-RJ, onde tiveram as primeiras aulas de teoria musical. Em 2002 tiveram a oportunidade de ir para a capital estudar na Escola Portátil de Música (EPM), tendo o privilégio de serem tutorados e influenciados por grandes expoentes do Choro tais como Mauricio Carrilho, Pedro Amorim, Jorginho do Pandeiro, entre outros.

Na EPM, berço de grandes chorões e referência mundial no ensino da linguagem do choro, aprofundaram seus conhecimentos e desde 2008 integram a equipe de professores. O Trio desde 2002 faz parte do importante grupo de choro “Os Matutos”, formado por jovens músicos. O grupo já foi indicado em duas categorias do Prêmio Rival e ao Prêmio de Cultura do Estado do Rio de Janeiro. Juntos se apresentaram em importantes eventos como o lançamento do projeto Pro-Jovem no Palácio do Planalto e em programas de TV como o da Xuxa e Encontro com Fátima Bernardes. Em 2010, os irmãos conquistaram o terceiro lugar no “II Festival Curitiba no Choro” com a música “Quebrando tudo! ”, composição e arranjo de Marlon Júlio, ao lado dos músicos convidados, Daniel Migliavacca no bandolim e da flautista Marcela Zanette. Atualmente estão lançando seu primeiro CD chamado “Minha Felicidade”, com repertório de músicas autorais e com arranjos próprios.

“Minha Felicidade” mostra toda versatilidade na composição dos gêmeos e nos arranjos do Trio, fazendo um passeio por diversos gêneros como samba, choro, valsa, schottisch, frevo e baião. O disco ainda conta as participações especiais dos músicos: Bebê Kramer (acordeon), Fernando Leitzke (no piano), Pedro Paes (no sax alto) e o Grupo “Os Matutos”.